8 de julho de 2015

Retiro do Clero no Santuário do Lima em Patu- 06 a 09 de julho/2015


         Estamos na montanha de Nossa Senhora dos Impossíveis, no Lima, para nos reabastecer da Graça de Deus, reaquecer nossa fé e fortalecer nosso ardor missionário. Uma semana longe do ativismo e do barulho diário.

Aqui, nossa companhia é o verde da mata que nos rodeia, a brisa da serra, a beleza do santuário, os pássaros que cantam, o canto das nossas orações, adorações e recitações do terço. A maior parte do dia, somos mergulhados no silêncio existencial e espiritual, que nos faz entrar na mais profunda realidade da nossa humanidade e divindade.
         O articulador do retiro, padre Lauro, da diocese de Mariana, MG, está nos ajudando a rezar a partir de uma leitura reflexiva da vocação do ministério ordenado na Bíblia. Ele está sinalizando as principais características do chamado de Abraão, Moisés, Samuel. Como cada um deles viveu sua vocação, que relação cada um tinha com Deus e com o seu povo...
       Neste mundo de estresse, todo ser humano carece de momento a sós, para pensar, rezar, refletir, revisar, a fim de consignificar a fundo nossa personalidade, nossos propósitos, sonhos, projetos, desilusões e fantasias.
Rezem por nós!
Your image is loading...

6 de junho de 2015

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE GIZELDA MARTINS

NOTA POR OCASIÃO DA MORTE DA VOLUNTÁRIA
GIZELDA MARTINS DA SILVA

“Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja
morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim jamais morrerá”
Jo 11,25

Nós que fazemos o Santuário Nossa Senhora dos Impossíveis em Patu/RN, juntamente com os Missionários da Sagrada Família, consternados com o falecimento da voluntária e agente pastoral Gizelda Martins da Silva, expressando nosso pesar por essa irreparável perda, solidarizamo-nos com a senhora sua mãe, Suzete Martins, e filhos; e demais familiares;

Pela palavra do Senhor, consignada no Evangelho segundo São João, acreditamos na imortalidade da vida e não temos dúvida de que todo aquele que vive e morre em Deus encontrará o abraço eterno e misericordioso do Pai.

Testemunho pessoalmente o comprometimento cristão que nossa irmã Gizelda Martins teve ao longo de sua vida, especialmente na atenção há 19 anos no serviço da Pastoral da Criança em Patu, como também há mais de 30 anos no grupo de Jovens JOCAP, com dinamismo, alegria e fé, desempenhava a com afeto a formação de vários jovens de nossa cidade.

Sua memória será guardada por todos nós, seus conterrâneos e irmãos na fé, com o mesmo afeto com que conviviam no zelo e dedicação aos trabalhos missionários e evangélicos. Acompanhá-los-emos sempre com nossas preces, dizendo com o Livro do Apocalipse: “Felizes os mortos que morrem no Senhor. (...) Descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham”. (Ap 14,13)
 
Nesta hora tão difícil para a sua família, invocamos a bênção do Senhor nosso Deus sobre todos os irmãos e irmãs entristecidos e asseguramos-lhes orações de conforto e esperança.


Patu, 06 de junho de 2015.

Assessoria de Comunicação do Santuário Nossa Senhora dos Impossíveis

Serra do Lima – Patu/RN

3 de abril de 2015

Salve ó Cruz Libertadora, Fonte da Vida e da Paz!

Dom Roberto Francisco Ferreria PazBispo de Campos (RJ)
Na Sexta-Feira Santa somos convidados a beber do manancial da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e contemplar sua morte redentora. O fazemos não na tristeza ou no dolorismo de uma derrota, mas na confiança e serenidade da fecundidade do grão, da certeza que nos dá a esperança e na fidelidade misericordiosa do Pai às promessas.
Acompanhamos a São João para quem a Cruz é o trono e o troféu da vitória sobre o pecado e a morte, Jesus nos ama até o fim, consumando a perfeição o projeto de salvação do Pai da ternura e bondade. Mas este mistério não é apenas lembrado mas vivenciado e atualizado na Igreja que sofre, e nos milhares de crucificados de hoje. A Cruz de Cristo continua atraindo e abraçando a todas as pessoas injustiçadas, oprimidas, deixadas a margem da vida, continua sendo um sinal de conversão e apelo à consciência de autoridades políticas corrompidas e violentas, impulsionando o testemunho de tantos homens e mulheres de boa vontade que amparam e defendem os pobres compartilhando o seu destino e a sua sorte.
Longe de ser um símbolo de força dos poderosos que teriam apagado mais uma voz profética, é mostra clara e nítida do amor infinito, eterno, misericordioso de Um Deus que morre para nos dar vida em abundância. Nestes dias em que assistimos uma das perseguições mais cruéis e mais duras contra milhares de cristãos no mundo, e com apreensão nos deparamos com uma violência inusitada em nosso país que ceifa a vida prematuramente a multidões de jovens, somos convidados a olhar o Cordeiro Pascal manso e humilde de coração, transpassado cujo Sangue nos liberta e nos lava do ódio, da raiva, da indiferença e da cumplicidade com as estruturas da morte que continuam a reinar em muitos âmbitos a serviço do dinheiro e da ganância sem limites.
A paz brota do Coração aberto de Jesus na Cruz, pois só Ele é capaz de nos transformar em operadores da justiça restauradora do Reino que reconcilia e gera a verdadeira fraternidade, trazendo o perdão generoso do Pai a todas as pessoas e situações humanas. Deus seja louvado!

14 de março de 2015

PATU - Encenação da Paixão de Cristo 2015


“O infortúnio de ficar sem luz”, reflexão para este domingo

Luzes e trevas são os dois opostos que aparecem no Evangelho deste quarto domingo da Quaresma. O texto está em Jo 3,14-21. Neste período em que atravessamos esta grave crise de abastecimento de água e de energia elétrica, temos sentido na pele a experiência desagradável de ficar sem luz. Quando falta a iluminação, ficamos perdidos até mesmo dentro de nossa casa. Corremos o risco de dar cabeçadas e tropeções, a qualquer momento podemos achar a quina da cadeira com o dedinho do pé ou amassar o nariz na porta que pensávamos estar a aberta. Não é nada agradável ficar sem luz…
Também na vida de fé… Mesmo que tenhamos de atravessar alguns períodos de penumbra, não podemos desacreditar da Luz de Cristo que está sempre em nossas vidas. Embora seja um rito simples, o momento de nosso Batismo em que pais e padrinhos seguram a nosso lado uma vela acesa no Círio Pascal tem um simbolismo maravilhoso. Significa que, mergulhados em Jesus, jamais seremos abandonados ou desamparados pela luz divina.
Nas ocasiões em que você estiver passando por dificuldade, medo e angústia, vou ensinar a você uma oração bem curta, mas muito confortante, que você pode rezar em voz alta ou repetir várias vezes mentalmente. E é assim: “Ó Luz do Senhor, que vem sobre a terra. Inunda meu ser, permanece em nós”. // “Ó Luz do Senhor, que vem sobre a terra. Inunda meu ser, permanece em nós”. Tenha certeza de que a Luz do Senhor jamais vai lhe abandonar!
Frei Gustavo Medella

9 de março de 2015

IMPORTANTE! Deputado Carlos Augusto Maia requere tombamento do "Santuário do Lima"

Dep. Estadual Carlos Augusto e Rodrigo Bico
O deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) procurou a Fundação José Augusto, que integra a administração indireta do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, esta semana, para requerer o tombamento no patrimônio histórico e cultural do Estado do "Santuário do Lima", localizado no município de Patu, região Oeste do Estado.

Carlos Augusto foi recebido pelo diretor geral da Fundação Rodrigo Bico, a quem verbalizou os argumentos listados em requerimento para o pleito. "Precisamos preservar as características arquitetônicas e históricas do 'Santuário'. Em visita recente, constatei situação de risco de preservação em tão importante pólo de turismo histórico e religioso. O apoio de instituições públicas a bens de uso religioso só é permitido mediante o tombamento, conforme prevê a Constituição Federal", justificou o deputado.

O Santuário Nossa Senhora dos Impossíveis, conhecido como Santuário do Lima, está localizado na Serra do Lima, que fica a seis quilômetros da sede do município de Patu. É considerado como um dos maiores locais de religiosidade da Região Nordeste do Brasil e foi eleito pelo voto popular como uma das sete maravilhas do Rio Grande do Norte.

O parlamentar pediu também o esforço da Fundação no sentido de viabilizar o tombamento, também, em esfera nacional, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Ramo de Patu acolheu a visita da equipe de Diocesana da Pastoral da Criança

Durante a tarde do último domingo (08/03), a Pastoral da Criança de Patu acolheu na capela de Santa Terezinha numa tarde chuvosa, a equipe da coordenação diocesana do referido organismo de ação social da CNBB. Durante o encontro a coordenadora Lourdes Santos, juntamento com a secretária Lúcia, Luciene Evaristo coordenadora da área VII e o articulador João Batista, motivaram a liderança da Pastoral à avaliar a missão de fé e vida, ressaltando que Jesus Cristo é o modelo central de caridade cristã. Na ocasião foi ouvido a mensagem do evangelho do 3º Domingo da Quaresma com a Irmã Vera Lúcia Altoé - coordenadora nacional da Pastoral da Criança, em seguida foi rezada a oração da Campanha da Fraternidade 2015 animada pela entonação do hino desse evento de fé e vida. Lourdes destacou  a necessidade da observância no preenchimento da ferramenta FAB's, garantindo acompanhamento via sistema da coordenação nacional da pastoral, onde torna possível entender e acompanhar a realidade de saúde, educação, cidadania e evangelização, desenvolvido em diversos municípios do país. No contexto de Patu, foi a apresentado uma pesquisa do IBGE referente ao censo populacional de 2010 - clique e veja, onde sinaliza Patu com 1114 crianças de 0 a 6 anos, desse número 922 são consideradas pobres, a pastoral acompanha 117, totalizando 12,7%, Luciene Evaristo ressaltou que há necessidade urgente de voluntários para a dedicação ao serviço de caridade cristã, e a quaresma aliada a CF 2015, nos impele a esse clamor por vida em abundância para todas as crianças.  O capacitador João  Batista realizou a leitura de uma bonita mensagem em alusão ao dia internacional da mulher, enfatizando que a data não é apenas de "flores e parabéns", mas de reflexão e mudança de realidade. Rita Clementino- coordenadora da pastoral em Patu agradeceu e destacou a assídua presença da liderança, e manifestou alegria e otimismo com a visita da equipe da Pastoral da Criança da Diocese de Santa Luzia de Mossoró, onde nos encoraja e nos irmana na caminhada pastoral, destaca. 
Sua imagem está carregando ...
Fotos: Raniery Alves