1 de fevereiro de 2010

ANO LITURGICO

Início

O Tempo Comum começa logo após o fim do Ciclo do Natal, que se encerra com a festa do Batismo do Senhor. A segunda-feira seguinte é a segunda-feira da 1ª semana do Tempo Comum. Visto que a Páscoa é festa móvel, também o início da Quaresma, na Quarta-feira de Cinzas, muda de data a cada ano. Os domingos (e semanas) entre o Batismo do Senhor e o começo da Quaresma são domingos e semanas do Tempo Comum. Vamos ver isso de perto.

Em 2010, a Quarta-feira de Cinzas cai no dia 17 de fevereiro. Da festa do Batismo do Senhor ao dia 16 de fevereiro há 6 semanas do Tempo Comum. Neste ano, Pentecostes é celebrado no dia 23 de maio. O Tempo Comum é retomado no dia 24 – da 8ª semana até a 34ª. No dia 28 de novembro, inicia-se novo Ano Litúrgico.

Você deve ter notado que em 2009 não há 8ª semana, e em 2010 não há 7ª semana. São “acomodações” para fechar sempre o Tempo Comum em 34 semanas.

O Tempo Comum – encerramento do Ano Litúrgico – termina sempre com a solenidade de Cristo Rei. É o modo mais significativo de encerrar a caminhada, celebrando a realeza cósmica de Jesus Cristo.

Cor usada no Tempo Comum

A cor usada no Tempo Comum é o verde, a cor da esperança. A primavera, a ecologia, o cuidado pela natureza nos ajudam a entender e a vivenciar esse tempo. Todavia, nem sempre se usa o verde dentro desse tempo. Quando celebramos a memória de um santo, o verde cede o lugar. Por exemplo: dia 20 de setembro celebra-se a memória dos santos mártires André Kim Taegón e seus Companheiros. A cor é vermelha, símbolo do martírio. Quando celebramos um santo (uma santa) não-mártir, usa-se o branco. Exemplo: 23 de agosto, festa de Santa Rosa de Lima, virgem.

Evangelhos dos domingos do Tempo Comum

Foram organizados em três anos, um para cada evangelho:

Ano A: Mateus. Ano B: Marcos. Ano C: Lucas. Quando uma festa ou solenidade é mais importante que o Tempo Comum, proclama-se o evangelho da festa ou solenidade. Por exemplo, São Pedro e São Paulo, Assunção de Nossa Senhora...

O evangelho de João entra sobretudo no Ciclo da Páscoa. Mas participa discretamente também no Tempo Comum: no 2º domingo dos três anos (Ano A: João 1, 29-34; Ano B: João 1,35-42; Ano C: João 2, 1-11). No Ano B, João substitui Marcos do 17º ao 21º domingo, quando se proclama o capítulo 6 de João. No 22º domingo retorna Marcos, mas cede lugar a João 18, 33-37 no 34º domingo.

A 1ª leitura dos domingos do Tempo Comum é sempre do Antigo Testamento, e tematicamente “prepara o terreno” para o evangelho. O Salmo responsorial sempre sintoniza com a 1ª leitura. A 2ª leitura é sempre do Novo Testamento. É leitura contínua dos principais trechos das Cartas e Apocalipse. Nem sempre a 2ª leitura combina estreitamente com a 1ª e o evangelho.

Um dos objetivos dessa organização é fornecer, no intervalo de três anos, uma visão integral de Mateus, Marcos e Lucas.

As leituras dos dias de semana do Tempo Comum

Quando não são próprias, as leituras dos dias de semana (segunda a sábado) seguem o seguinte critério: anos ímpares e anos pares.

O objetivo é este: no intervalo de dois anos, quem participa da missa todos os dias terá uma visão geral de todos os livros da Bíblia, pois se lêem as partes mais importantes. O Salmo responsorial sempre sintoniza com a leitura. Nos anos ímpares (2009...2011...2013...) , a leitura é tirada destes livros: Hebreus, Gênesis, Eclesiástico, Tobias, 2Coríntios, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, Juízes, Rute, 1Tessalonicenses, Colossenses, 1Timóteo, Esdras, Ageu, Zacarias, Neemias, Baruc, Jonas, Malaquias, Joel, Romanos, Sabedoria, 1Macabeus, 2Macabeus e Daniel. Nos anos pares (2008, 2010, 2012...): 1Samuel; 2Samuel, 1Reis, Tiago, 1Pedro, Judite, 2Pedro, 2 Timóteo, 2Reis, 2Crônicas, Lamentações, Amós, Oséias, Isaías, Miquéias, Jeremias, Naum, Habacuc, Ezequiel, 2Tessalonicenses, 1Coríntios, Provérbios, Eclesiastes, Jó, Gálatas, Efésios, Filipenses, Tito, Filemon, 2João, 3João, Apocalipse.

Evangelhos dos dias de semana do Tempo Comum

Foram organizados na forma de leitura contínua dos evangelhos sinóticos, na seguinte ordem: Marcos: da 1ª a 9ª semana; Mateus|: da 10ª a 21ª; Lucas: da 22ª à 34ª semana. Por ser leitura contínua, não existe ligação temática entre a leitura e o evangelho do dia.

Festas e solenidades do Senhor dentro do Tempo Comum

2 de fevereiro, festa da Apresentação do Senhor, solenidade da Santíssima Trindade; solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo – Corpus Christi; solenidade do Sagrado Coração de Jesus; festa da Transfiguração do Senhor (6 de agosto); festa da Exaltação da Santa Cruz (14 de setembro), festa da Dedicação da Basílica do Latrão (9 de novembro) e solenidade de Cristo Rei, no 34º domingo do Tempo Comum. Aghs festas da Apresentação do Senhor, da Transfiguração, da Exaltação da Santa Cruz e da Dedicação da Basílica do Latrão, quando caem de domingo, têm a precedência.