22 de setembro de 2010

Câmara Cascudo Escreveu no seu livro sobre a Santuário da Mãe dos Impossíveis

Santuário do Lima está localizado na Serra do Lima no Município de Patu, no Estado do Rio Grande do Norte. O santuário está cravado no meio da Serra a uma altura de 430m, (a Serra do Lima tem 699m de altura). Como chegar? Saindo de Natal pela BR-304 até Assu, de lá se toma a RN-233 até Caraúbas, em seguida se pega a RN-117 até Olho d’Água dos Borges. De lá, percorre-se a RN-078 até Patu. O Santuário está a uma distância de uns 6 km do centro da cidade de Patú. Situado a 380 quilômetros de Natal (capital do RN) e 125 Km. de Mossoró (segunda cidade do RN), com estradas totalmente asfaltadas, ergue-se o monumental Santuário do Lima, ou de Nossa Senhora dos Impossíveis, encravado na Serra do Lima, contraforte da Serra de Patú, a 6km da cidade. É hoje o ponto mais atraente do município de Patú, pelo seu clima, pelas suas belezas naturais.Os que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer o Santuário, e por motivo qualquer o visitam,ficam realmente extasiados pelo que viram de belo, naquela recanto aprazível e de fé. O santuário é constituído, propriamente de duas igrejas, uma térrea, circular, com pia batismal e altar em granito trabalhado e piso de mármore, onde são celebrados os atos litúrgicos diariamente. A outra fica no primeiro andar, circular e cônica, com uma acústica maravilhosa, com iluminação solar indireta, deixando o visitante extasiado.
Câmara Cascudo
Escreveu no seu livro sobre a Serra do Lima: Viajando o sertão X - "Lembrança de Patu". "Fomos ao pé-da-serra do Lima e daí a cavalo, visitar a Capelinha. (...) "(...) Nossa Senhora dos Impossíveis é uma das devoções mais antigas e poderosas no sertão. Incontáveis romarias atravessam a serra para levar os tributos da Fé ao ‘vulto’ ingênuo da Santa." (p.34) "(...) É uma Santa que espalha os milagres sem se afastar da primitiva rusticidade do sertanejo fiel. Ali, há séculos, multidões oram e são consoladas. Gerações inteiras passam por este altarzinho de três metros de largo, pequenino e insignificante, mas irradiador de tranqüilidade, de estímulo, de confiança e de ânimo. Aqui, velhos caçadores, vaqueiros veteranos da luta do campo, plantadores que os anos envelheceram, rezam ajoelhados, de mãos postas, hirtos e obstinados, recebendo a coragem de opor aos elementos naturais a fortaleza de uma resistência miraculosa." (p.35) **CÂMARA CASCUDO, Luis da. Viajando o Sertão . 3ª ed. Natal: Fundação José Augusto - CERN, 1984; Fonte: www.joaquimtur.blogspot.com