16 de janeiro de 2011

Nota solidariedade da CNBB às vitimas das chuvas e lança campanha SOS SUDESTE

Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acaba de divulgar uma nota lamentando as tragédias causadas pelas chuvas, especialmente, na região sudeste do país.
“Causa-nos tristeza profunda o crescente número de mortos, bem como dos desabrigados que perderam seus entes queridos e assistiram à destruição inclemente de suas casas e de seus bens”, diz um dos trechos da nota.
Segundo dados divulgados pela imprensa, desde terça-feira, 11, só na região Serrana do Rio de Janeiro já morreram ao menos 389 pessoas devido às chuvas. As mortes ocorreram em Teresópolis (169), Nova Friburgo (160), Petrópolis (39), Sumidouro (17) e São José do Vale do Rio Preto (4). Em todo o Sudeste, de acordo com a Defesa Civil, mais de 1 milhão de pessoas já estão afetadas pelos temporais.
“Às vítimas desta dramática situação a CNBB vem manifestar sua solidariedade, ao mesmo tempo em que conclama a sociedade brasileira a intensificar suas doações, a fim de aliviar a dor e reavivar a esperança na certeza da superação de tamanha tragédia”, diz a nota CNBB.
Juntamente com a Cáritas Brasileira, a CNBB lança a Campanha SOS SUDESTE, com o objetivo de arrecadar dinheiro que será doado às regiões atingidas pelas chuvas. O presidente da Cáritas, dom Demétrio Valentini sugere que, no dia 30 de janeiro, todas as dioceses façam uma coleta em favor das vítimas das chuvas.
Leia, abaixo, a íntegra da nota da CNBB.
Nota de solidariedade às vítimas das chuvas
“Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos em apuros, mas não desesperançados; derrubados, mas não aniquilados” (2Cor 4,8-9).
O Brasil acompanha com dor, mais uma vez, as tragédias causadas pelas chuvas em vários estados do país, neste início de ano, de maneira especial, na região serrana do estado do Rio de Janeiro, Sul de Minas, Espírito Santo e São Paulo. Causa-nos tristeza profunda o crescente número de mortos, bem como dos desabrigados que perderam seus entes queridos e assistiram à destruição inclemente de suas casas e de seus bens.
Às vítimas desta dramática situação a CNBB vem manifestar sua solidariedade, ao mesmo tempo em que conclama a sociedade brasileira a intensificar suas doações, a fim de aliviar a dor e reavivar a esperança na certeza da superação de tamanha tragédia. Este gesto será facilitado com a campanha SOS SUDESTE, que a CNBB, juntamente com a Cáritas Brasileira, acaba de lançar apresentando a Conta 1490-8, Agência 1041 - OP. 003 – Caixa Econômica Federal e também a Conta 32.000-5, Agência 3475-4, Banco do Brasil, para doações.
Muitas destas tragédias poderiam ser evitadas ou, pelo menos, minimizadas se ações preventivas fossem tomadas, considerando o histórico de regiões que, ano após ano, vivem o mesmo drama. A CNBB confia, portanto, que as autoridades competentes se comprometam eficazmente na busca de solução para que catástrofes como estas a que assistimos não se repitam, vitimando milhares de pessoas.
Elevamos a Deus nossas preces pelos que morreram e por todos que sofrem com esta tragédia. Que Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, venha em socorro de seus filhos e filhas.
 
Brasília, 13 de janeiro de 2011
Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo de Mariana
Presidente da CNBB