20 de janeiro de 2011

Férias no Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis - Lima/Patu


Para o mês de janeiro de cada ano, a expectativa é que o Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, na Serra do Lima, em Patu, receba um grande número de romeiros, bem acima da média.
É que, em janeiro, período de férias, muitas famílias e grupos religiosos decidem visitar o Santuário do Lima nos dias de domingo.
No dia primeiro de janeiro de 2011, um sábado, foi grande a quantidade de romeiros que se dirigiu ao Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, fato repetido no dia 2 de janeiro, domingo.
Neste domingo, 9 de janeiro, mais uma vez o Santuário do Lima recebeu uma forte e numerosa presença de romeiros, vindos de vários pontos do Brasil.
Na segunda missa dominical, celebrada às 9 horas, muitos fiéis tiverem que ouvir a celebração eucarística na Igreja da parte de baixo, enquanto a liturgia religiosa acontecia na Igreja de cima.
No momento da Eucaristia, um Ministro da Eucaristia desceu à primeira Igreja do Santuário, a fim de oportunizar aos romeiros que ali se encontravam participarem da comunhão.
Depois da última missa (são duas aos domingos, uma às 7 e outra às 9 horas), uma multidão de romeiros se dividiu entre os vários pontos do Santuário do Lima, para somente viajar mais tarde.
A romaria ao Santuário do Lima, além de um forte exemplo de fé cristã, representa também um importante viés econômico para o Município de Patu. Comerciantes das barracas instaladas pelo Santuário, taxistas, mototaxistas e outros segmentos acabam lucrando com o turismo religioso.
Para o Santuário do Lima, a romaria serve também para lhe manter a estrutura física, cada vez mais melhorada pelo atuais diretores do lugar, que tem como reitor o padre Domingos Sá e vice-reitor o padre Marconi.

Fonte: O Messiense