6 de junho de 2011

Salmo 23 : Senhor, Pastor e hospedeiro

"Os salmos  são poesias religiosas e místicas  da 
mais alta expressão.
Por isso dizemos  que não só habitamos prosaicamente o mundo, colhendo o sentido manifesto do desenrolar rotineiro dos acontecimentos. Habitamos também poeticamente o mundo, vendo o outro lado das coisas e um outro mundo dentro do mundo de beleza e encantamento." (L.Boff)


"Sinto saudades de Deus!
De ser consumido por Ele,
De ser um com Ele, um!

Mas quem és tu?
Preciso morrer para ver-te?
Para fundir-me em ti?

Deus, olha para baixo!
Pois estou cansado de olhar para cima.
Olha! Vem, meu Pai, minha mãe, vem!  Vem!"

Ir. Leonete