2 de setembro de 2011

Bíblia: Carta de Amor de Deus para a Humanidade

Tradicionalmente o mês de setembro nos reporta a uma reflexão maior sobre a importância da Sagrada Escritura para a vida de todos os cristãos e, consequentemente, para a vida de toda a Igreja, reconhecendo na mesma um dos meios privilegiados através do qual Deus rompe os silêncios eternos para se comunicar com os seus filhos, sobretudo através do seu Verbo Encarnado, revelando o homem a si mesmo e fazendo-lhe descobrir a sua vocação sublime (Cf. Gaudium et spes 22).
As novas diretrizes gerais da ação evangelizadora da Igreja do Brasil para os anos de 2011 a 2015, no capítulo III, ao falar das urgências na ação evangelizadora, no terceiro item, faz uma bonita reflexão sobre a Igreja como lugar da animação bíblica da vida e da pastoral, à luz do documento de Aparecida e da exortação apostólica pós-Sinodal Verbum Domini, recordando a força propulsora da Palavra de Deus na vida do discípulo missionário, ajudando-o a atravessar este período histórico de pluralismo e de grandes incertezas, pois o mundo fala, mas tem sede da Palavra que guia, tranquiliza, impulsiona, envolve, ajuda a discernir (Cf. DGAE 47-48).
É sabido que todas as pessoas são destinatárias da Palavra de Deus, mas desejamos ardentemente que, sobretudo, os jovens cresçam no amor, no acolhimento, na escuta atenta e na adesão à Palavra de Deus para que saibam escutar a voz de Cristo em meio a tantas outras vozes, como foram tão incentivados na preparação para a Jornada Mundial da Juventude, principalmente na orientação para a leitura orante da Palavra de Deus e exortados, sobremaneira, pelo Papa e pelos bispos que fizeram as catequeses em Madri, para que eles se sentissem impulsionados, conclamados a levar esta Palavra para os jovens de suas comunidades, seus ambientes de convívio, estudo, trabalho e lazer.



Dom Mariano Manzana
Bispo Diocesano


Fonte:http://diocesedemossoro.blogspot.com/