4 de outubro de 2011

Os martires de Cunhaú e Uruaçu

 http://www.omossoroense.com.br/images/stories/cotidiano/martires_de_Cunhau_e_Uruacu.jpgA Igreja Católica e os religiosos relembram do martírio que aconteceu no ano de 1645, onde católicos foram massacrados por holandeses. De acordo com a Arquidiocese de Natal, em 16 de julho de 1645, o padre André de Soveral e 70 fiéis foram cruelmente mortos por mais de 200 soldados holandeses e índios potiguares.
Os fiéis participavam da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, localizado no município de Canguaretama, no Rio Grande do Norte. Por seguirem a religião católica, tiveram que pagar com a própria vida o preço da fé devido a intolerância dos invasores.
Segundo a Arquidiocerse de Natal, três meses depois aconteceu outro martírio, onde 80 pessoas foram mortas por holandeses, entre elas o camponês Mateus Moreira, que teve o coração arrancado pelas costas, enquanto repetia a frase "Louvado seja o Santíssimo Sacramento". Este massacre ocorreu na Comunidade Uruaçu, no município de São Gonçalo do Amarante.
Para o Postulador da Causa dos Mártires, monsenhor Francisco de Assis Pereira, "a memória dos servos de Deus sacrificados em Cunhaú e Uruaçu, em 1645, permaneceu viva na alma do povo potiguar, que os venera como ínclitos defensores da fé católica". 
Beatificação
O processo de beatificação foi concedido pela Santa Sé, no dia 16 de junho de 1989. Em 21 de dezembro de 1998, o papa João Paulo II assinou o decreto reconhecendo o martírio de 30 brasileiros, sendo dois sacerdotes e 28 leigos. Já a celebração de Beatificação aconteceu na Praça de São Pedro, no Vaticano, dia 5 de março de 2000, presidida pelo papa João Paulo II. Cerca de mil brasileiros participaram da cerimônia.
Maior parcela da população desconhece feriado alusivo aos religiosos norte-rio-grandensesEm 7 de dezembro de 2006 foi decretado pela então governadora Wilma de Faria que o dia 3 de outubro passaria a ser feriado estadual em consagração aos Mártires de Cunhaú e Uruaçu.
Mesmo passados esses quatro anos, a maioria das pessoas ainda desconhece a razão desta data ser lembrada e até não sabe por que é feriado. A equipe de reportagem do jornal O Mossoroense foi às ruas indagar as pessoas sobre a data. O resultado mostra que a maioria não conhece o feriado dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu.
O vendedor Morgano Batista revela que não lembra por que dia 3 de outubro é feriado estadual. "Nunca prestei atenção de que se trata a data. O importante é que temos mais um feriado", diz.
Já a estagiária Elidiane Maria conta que se uma amiga não tivesse comentado sobre o feriado, ela continuaria sem saber, inclusive realizando as atividades de trabalho normalmente amanhã. "Literalmente eu esqueci. Sei que dia 3 é feriado por que uma amiga falou. Mesmo assim ainda não sei o que é comemorado na data", declara a estagiária.
Das pessoas entrevistadas pela reportagem, apenas uma sabia que dia 3 de outubro é feriado estadual de consagração aos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. "Sei que esse feriado foi implantado por Wilma de Faria durante o governo dela para homenagear os Mártires de Cunhaú e Uruaçu", explica a auxiliar de serviços gerais Cristiane Santos.

Fonte: www.omossoroense.com.br