25 de maio de 2012

Conheça Patu, cidade do Santuário do Lima


Cidade que se constituiu no pé de uma serra, denominada Serra de Patu, está localizada na micro região serrana e a uma distância de 310 km da capital do estado, Natal, com uma área de 303,5 km² e uma população aproximada de 12 mil habitantes.
Patu se destaca por sua grande potencialidade turística em vários segmentos: Religioso, Cultural, ecológico e também o turismo de aventuras. Unindo-se a tudo isso, podemos destacar o seu povo vibrante e hospitaleiro, a sua típica culinária e o seu rico artesanato que reforçam a base da potencialidade turística.
VOO LIVRE
O turismo de aventuras se destaca pela pratica de vôo livre, um esporte que tornou a cidade conhecida mundialmente pela quebra de recordes mundiais nos vôos de ‘paragliders’. É considerada uma das melhores condições de vôo do mundo para o paraglider e todos os anos pilotos de várias partes do planeta vem à Patu na tentativa de quebrar recordes. A temporada de vôos acontece entre os meses de outubro e dezembro.

SANTUÁRIO DO LIMA

Na Parte religiosa temos o imponente Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, um dos mais importantes complexos religiosos do nordeste do Brasil e que foi eleito pelo voto popular como uma das sete maravilhas do RN. Durante todo o ano acontecem diversas romarias ao Santuário do Lima, sendo as principais as Romarias dos Vaqueiros (mês de março), Romaria da Juventude (mês de outubro), a Festa de Nossa Senhora dos Impossíveis (mês de novembro) e a principal que é a Romaria de Ano Novo (dezembro).

SERRA DE PATU


A Serra de Patu tem uma extensão de aproximadamente 8 km e uma altura de quase 700 metros. Há grande variedade de fauna e flora, desde o pico do Pelado, passando pelo Cruzeiro de São Sebastião, o morro de Santo Agostinho e chegando até as piscinas naturais na ponta da serra, onde se pode tomar um delicioso banho e repor as energias gastas numa trilha de mais de 2 horas. É uma ótima pedida para quem quer praticar o turismo ecológico de trilhas.

GRUTA DE JESUÍNO BRILHANTE

A casa de Pedra de Jesuíno Brilhante ganhou esse nome porque o referido cangaceiro usava esta obra da natureza como o seu refúgio, ali se escondendo e dificultando a aproximação dos que lhes seguiam. Jesuíno Brilhante viveu no cangaço por mais de 8 anos, período quando sempre procurou fazer justiça com as próprias mãos, obedecendo ao tradicional modo de ação típica dos cangaceiros.
A história de Jesuíno ganhou ênfase com a exibição da novela “Cordel Encantado” na Rede Globo, quando a história ganhou o tempero da dramaturgia, porém sem esconder as características primordiais ao personagem.

SITIO ARQUEOLOGICO DO JATOBÁ

O potencial arqueológico do município de Patu,é bem especial. O Sitio Arqueológico do Jatobá localizado na Comunidade Quilombolas dos Negros do Jatobá tem inscrições rupestres datadas de mais de 12 mil anos, com um significativo número de inscrições rupestres. Há outros sítios não menos importantes nas comunidades Traíras e Rajada, porém com menor número de exemplares das inscrições.
CRUZEIRO DE SÃO SEBASTIÃO
Localizado no alto da serra de Patu, a aproximadamente 650 metros de altura e erguido no dia 20 de janeiro de 1938, o Cruzeiro de São de Sebastiãofoi inaugurado pelo Pe. Frederico Pastors juntamente com o então delegado de polícia Tenente Alcebíades, auxiliado pelo agente da mesa de renda de Patu, o Sr. Joaquim de Oliveira.

PISCINAS NATURAIS

Localizado no topo da serra de Patu, com aproximadamente 40 metros de extensão e uma profundidade de 1,30 metros (quando cheia), e aproximadamente 700 metros de altura, onde se pode tomar um delicioso banho e repor as energias depois de horas de caminhada.
Fonte: www.patu.rn.gov.br