15 de março de 2013

Brasão e lema episcopal do Papa Francisco: "Aquele que for humilde será salvo".


"Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado à mesa para a cobrança de impostos, e disse: Siga-me".
  
Jesus viu o publicano, e viu-o com misericórdia e escolheu-o, (miserando atque eligendo), e disse-lhe: "Siga-me", que significa "Espelho-me." Ele disse: "Siga-me". Quem está sempre em Cristo deve andar como ele andou continuamente" (São Beda, o sacerdote, o Venerável, Homilia 21).
O lema episcopal Jorge Mario Bergoglio é a frase em latim do Evangelho de Mateus "Miserando atque eligendo", que descreve a posição de Jesus para o publicano (considerado um pecador público), que "olhou com misericórdia e escolheu-o”.
Veja o trecho do Evangelho do chamado de Mateus:
"Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: “Segue-me”. Ele se levantou e seguiu Jesus. Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: “Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?”. Jesus ouviu a pergunta e respondeu: “Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores” (Mt 9,9-13).

Fonte: Blog da Paróquia de Patu