8 de agosto de 2014

Vocação sacerdotal

Dom Emanuel Messias de Oliveira
Bispo diocesano de Caratinga
Quando falamos sobre vocação, evidentemente, a reflexão implica um sentido mais amplo da palavra, já que vocação é um chamado que todos nós sentimos; todos somos vocacionados dentro de uma realidade concreta, pessoal e comunitária, de acordo com nossas aptidões e inclinações naturais. Entretanto, dentro do universo religioso, como é o nosso caso de Igreja Católica, essas aptidões e inclinações naturais são vistas sobre o aspecto sobrenatural como um chamado de Deus. Deus nos chama a partir do que sentimos por dentro e do que vemos por fora. Assim vocação é sinônimo de inclinação para o sacerdócio, à vida religiosa  ou a um ministério (serviço) pastoral. Aqui gostaríamos de levar em conta a vida sacerdotal, sobre a qual gostaríamos de fazer duas observações.
A primeira consideração é que graças a Deus muitos jovens estão ouvindo e procurando atender o chamado de Cristo. Não obstante a sociedade secularizada, podemos observar com alegria, jovens sedentos de Deus e da proposta de Jesus que continua chamando e nos desafiando para lançar nossas redes em águas mais profundas. Só para citar um exemplo, o nosso último encontro vocacional foi marcado pela presença de doze jovens sedentos de Deus e muito interessados na proposta de uma vida sacerdotal. E tem mais: são jovens, são trabalhadores e livres na decisão. Estão procurando o seminário por causa de uma reflexão vocacional e isto é muito importante. De sorte que o encontro vocacional realizado no dia 07/06 próximo passado foi uma grande bênção.  
A segunda consideração é sobre a proposta que a Igreja apresenta aos jovens que desejam o ministério sacerdotal. Antes de qualquer outra coisa é necessário que o jovem vocacionado tenha a liberdade para seguir Jesus. Sem liberdade não existe amor verdadeiro, e por consequência, não existe vocação verdadeira. Portanto, é bom que fique claro, Jesus nos chama, mas a resposta é pessoal e livre. Qualquer motivação à vida sacerdotal que ferir a liberdade no seguimento de Jesus (falta de opção, frustração com o mundo, interesses ou status) deve ser revista. A Igreja, seguindo as orientações do Senhor, deseja homens livres para a missão, pastores com cheiro do rebanho e instrumentos da misericórdia.
Aproveito a oportunidade para convidar os jovens que desejam fazer a experiência de um encontro vocacional (quem sabe para ajudar no discernimento) para participarem do próximo encontro promovido pela Diocese, que será realizado no Seminário Propedêutico São José, em Ubaporanga, no dia 20/09/14. Este encontro será para jovens que já concluíram ou estão cursando o último ano do ensino médio. Pedimos ainda aos jovens interessados, que entrem em contato com o padre de sua paróquia ou com reitor do Seminário Propedêutico (Tel. (33) 3323-1092).
Que o Senhor da messe e Pastor do rebanho nos ilumine e nos faça perseverantes na vocação que Ele mesmo nos concedeu. Amém!